segunda-feira, 19 de dezembro de 2011

Ela tem vassoura?

Cecília adora a Dinda Tânia e a defende sempre que tia Déa tenta zoar com ela:
- Cecília sabia que sua tia Tânia, aquela feia, é uma bruxa, ela tem até uma vassoura...
- Ela não é feia não, é linda será miopia? Mãe, tia Tânia tem vassoura?
Eu espondi com sisceridade, querendo ver no que ia dar:
- Tem sim, Cê.
A bichinha arregalou os olhos, pensou e respondeu:
- É, ela tem vassoura, sim, mas é para varrer a casa, não é para voar, porque ela não é bruxa nada!!!

Hipótese

Luísa, me perguntou no dia em que armamos a árvore de Natal, pois reclamei do portãozinho da escada...
- Mãe, na hipótese de não ter mais bebês aqui em casa, já pode tirar estes portãozinhos (da escada), né?!?
- É filha, você tá certíssima, vamos pedir ao papai para tirar,  ninguém usa ele mesmo, foi o que falei para ela, mas pensei
- Socorro, cadê meus bebês?!?





PS: eis um pedacinho do tal portãozinho na direita da foto, quando nos mudamos para esta casa mandei fazer um para cada extremidade da escada, pois temia que caíssem, elas tinham na época 1a8m, depois aprederam a subir e descer com maestria e os danadinhos ficaram mesmo se função alguma. 

domingo, 27 de novembro de 2011

Curtas...

 

As Belas...


Sionei sempre liga o ipod no carro e coloca videos (clipes de músicas, histórinhas rápidas) para elas, cada uma escolhe na sua vez, chegou a vez de Cecília e ela pediu o de Emília (aquele do nosso tempo, cantado por Baby Consuelo), elas adoram. Como ela tem a voz linda e é afinadíssima, ele pediu:
- Canta mais alto, Cecília!!!
- Não, pai, porque se eu cantar alto eu não oviu a música direito, eu gosto muito de ouvir essa música...
E continuou a cantarolar baixinho, assistindo o vídeo.

***

Hoje pela manhã, Cecília acodou e veio me acordar - adoro quando elas vem de manhã me acordar, chego a fingir que estou dormindo só para deixar que me acordem com beijos e carinhos - depois ficamos brincando de esconder uns bichinhos de plástico que ganhou no niver da noite anterior, aí eis que eu pergunto:
- Cecília você quer se esconder também?
- Quero. Que tal (quem guenta) aqui embaixo da coberta?
- E você cabe aí?
Respondeu pensando no verbo (essa nossa língua portuguesa):
- Eu cabo.. eu cabe... eu dou aqui embaixo, sim mainha...rsrsrsr.

***

Luísa está cada vez mais menina e menos bebê (hein!!!), cheia de gesticulações, argumentos, dicas e explicações para tudo, coitada da irmã que tem que ouvir cada uma da mocinha:
- Cecília, você tá me ouvindo? Responde, Cecília, vou precisar contar até três (*) é? (com quem aprendeu isso mesmo?)

- Pai, você só cortou a unha de Cecília, você só tem uma filha, é?!?

- Mãe, então (vive falando essa palavrinha), eu não quero ir para praia, eu pre-fi-ro a piscina, entendeu?
- Por que, Lú, a praia é bem mais sudável.
- Poque na piscina posso mergulhar bastante e abrir os olhos, na praia eles ficam ardendo.

Quando o moço do picolé passa - sim ele passa todas as tardes - elas correm para cumprimentar, mas a regra é só pedir sábado OU domingo, dia desses Cecília correu desesperada e ela gritou:
- Cecília nem peça a sua mãe, porque hoje nem é sábado, nem domingo, né mãe?

(*) Contar até três - regrinha que inventei aqui com elas e que funciona desde sempre: quando estão desobedecendo, peço claramente o que quero que façam e digo que vou contar até três para que façam o desejado, nunca passo do dois e sempre agradeço pelo atendido... só não sei o que farei no dia que chegar no três sem cessar a desobediencia da vez...rsrsrsrs.

 ***

Com o sol finalmente dando o ar da graça, as aulas de natação aqui do condomínio começaram e matriculei elas, pois são loucas por água. Levei no primeiro dia e após a aula perguntei se tinham gostado, responderam assim:
- Foi muito divertido, né Luísa?
- É, foi muito melhor de bom, mãe!!!
Essas minhas sereinhas... 
***

No carro, vamos sempre brincando, cantando, conversando, aí as vezes pergunto:
Quem são as meninas mais bonitas deste condomínio?
- Cecília e Luísa, respondem em coro...
Dia desses ouvi: 
- Quem são os namorados mais lindos deste condomínio, Cecília?
- Rose e Sionei (hein!!!) - respondeu na lata a irmã e se acabaram na risada...Confesso que adorei, né!!!


E as feras!!!!




quinta-feira, 17 de novembro de 2011

Sobre ser mãe...




Cecília

Luísa

Hoje me deu uma vontade danada de escrever, mas não vinha assunto, gracinhas ou novidades na mente, só a vontade de vim aqui postar, eis que entre uma idéia e outra me peguei pensando em como minha vida deu uma mega reviravolta após a maternidade, no começo me assustei com o fato de serem gêmeos e achei tudo muito estranho, confesso que não me sentia a mais feliz das criaturas, até me culpava por isso, depois começei a curtir e veio outro baque: fiquei de repouso absoluto da 25ª a 38ª semana de gestação, entrei em parafuso: obedecer à médica e ter elas com saúde no tempo certo me parecia a decisão mais lógica, mas foi difícil me segurar naquela cama, tinha dias que pensava que ia pirar o cabeção...
Elas nasceram no tempo certo e saudáveis: Cecília com 3,395 kg e Luísa com 3,620 kg, isso mesmo, duas meninonas, aí vem todo aquele turbilhão de emoções juntas e mais uma vez não experimentei, de cara, aquela felicidade das novelas, principalmente com a amamentação, que é assunto para um capítulo à parte, graças a Deus com final feliz...
Passada a fase de adaptação: minha a elas e delas a mim e ao mundo, fui tomando gosto pela coisa, hoje tenho certeza que nasci para SER MÃE, somos parceiras de vida, não consigo me imaginar sem essas piruetinhas sapecas, mesmo nas horas de birra, qual criança que não faz? Até nessas horas aprendo com elas a exercitar minha paciência, a tolerar o choro e a educar.  
Ser mãe traz uma responsabilidade e alegria que só quem é, sabe. É o maior barato, mas requer bom senso e coerência, pois só amor realmente não basta, mas sem amor nada feito, é mais ou menos assim... Além de bochechas rosadas e com covinhas (amo demais!!!), dedos gordinhos lambuzados de tinta ou de chocolate, mil perguntas x 1000, admiração, beijos e abraços sem ter fim (graças a Deus), vozes de crianças pela casa, descoberta da relação fraternal delas, que é linda demais, meu coração parece que vai desmanchar quando vejo as duas no maior "qui-qui-qui, cá-cá-cá", como dizia minha vó, uns amores, que brigam, mas logo depois já são cumplices nas suas sapequices...
Só sei dizer que amo muito essa minha vida recheada de filhotas e agradeço a felicidade de somar as nossas vidas, curtir todos esses momentos juntas e  o mais importante é que nesses quase quatro anos acontece o impossível a cada dia, o amor de hoje é ainda maior que o de ontem, sempre.

  
Filhas, vocês são MARAVILHOSAS!!!! 


domingo, 23 de outubro de 2011

Dica para quem gosta de ler e contar histórias



Dizem que banco não dá nada de graça, mas o Itaú está com uma campanha muito legal e aparentemente "inofensiva", salvo a publicidade para eles. Trata-se  da campanha:

"Leia para uma criança: Quem aprende a gostar de ler sabe escrever a própria história.
O Itaú realiza uma série de programas e parcerias para tornar o Estatuto da Criança e do Adolescente uma realidade para todos. E investe cada vez mais na qualidade da educação.
A Coleção Itaú de Livros Infantis foi criada pela Fundação Itaú Social para ajudar a despertar desde cedo o prazer pela leitura. Ela foi feita para você que também acredita que a educação é o melhor caminho para a transformação do Brasil"

Você acessa o site http://www.itau.com.br/itaucrianca, conhece a campanha e pode solicitar a coleção gratuitamente, não precisa ser cliente. Os nossos chegaram ontem e foram aprovados pelas meninas, um deles Chapeuzinho Amarelo, elas já tinham e sabem o que disseram quando viram:

- Mãe, igualzinho ao nosso!!!!
- Esse a gente pode dar para quem não tem ainda...

O coração quase desmancha nessas horas, para quem educa esse tipo de comentário é como se acendesse uma luzinha com um "yes, estamos no caminho certo", as sementes plantadas germinaram, estão crescendo saudáveis e felizes...


Cada um com seus problemas...



As meninas estavam brincando de baile com as bonecas das princesas: Cindy, Branca e Ari (Cinderela, Branca de Neve e Ariel, para os íntimos), numa algazarra danada, eu e Sionei de ouvidos apurados para ouvir os diálogos, sem interferi na cena, ah se pudéssemos ser duas mosquinhas nestas horas...
Cecília: Branca e Ari, vamos dançar?
Luísa: Cindy, seu vestido azul é lindo?
Cecília: Ari, Branca, vamos correr logo que já deu meia-noite, vou perder meu sapatinho de cristal e virar gata borralheira, vamos amigas...
Luísa: Cindy, quem tem que correr para casa é você... eu e Ari, vamos ficar aqui no baile.




quinta-feira, 29 de setembro de 2011

O casamento da melhor irmã...




Parabéns Titia Sil e Tio Carlos biruto (*),

Desejamos que vocês sejam muito felizes e que não demorem muito para nos dar um priminho ou priminha, pois no test drive com a gente vocês estão aprovadíssimos.
Amamos muito vocês!!!!

Beijos,

Cecília e Luísa

(*) - Pai, tio Carlos disse que é pra gente ser Baêa.
     - Não, filha, nós torcemos para o Vitória, seu tio tá é biruta.
     - Biruta não, biruto, né?!? Porque ele é meninooooo!!!

quarta-feira, 21 de setembro de 2011

Prosas ou poesias?



Nestas duas últimas semanas, com o pai viajando, temos ficado ainda mais unidas e para conseguir fazer minhas coisas carrego as duas comigo para todos os cantos, nestes momentos procuro ouvir seus diálogos e ouço cada preciosidade:

- Cecília!!!! A gente já sabe assoviar (???) e estalar os dedos, que legal!!!!!

***

- Mãe, você deixa eu passar sozinha o inconiador?
- Como, filha?
- O inconiador, que passa depois do shampoo!!!
***

Deixo elas na piscininha, brincando e tomando banho no box, vou até meu quarto, o cansaço bate, dou uma cochilada (rapidinha), volto correndo e vejo a piscininha com muita espuma:
- Meninas, tem muita espuma nesta água, por que?
- É que tá com shampoo, mãe. (Luísa)
- Ah, derramou um pouquinho ou foi do enxague dos cabelos?
- Derramou, mãe, um montão!!! (Cecília)
Nisso vejo que lá se foi o frasco inteiro do shampoo novinho em folha...
- Mas será possível, meninas, quem foi que derramou?
- Foi nós duas - ouço praticamente em coro!!!

***

Luísa rezando:
- Obrigada Papai do Céu pelo dia pelo dia maaaaravilhosos de hoje, me dê um dia lindo de sol amanhã e que papai volte logo, porque ele tá demorando muito, viu.

***

Cecília hoje ao acordar, acredito que tenha tido um sonho muito louco:
- Mamãe, sabia que tava saindo bolhas do ar condicionado?
- Bolhas, filha?
- É mãe, quando ligava saia bolhas de sabão e os micos vinham pela janela para furar elas e pluft, pluft, pluft...
Haja imaginação, aliás ver Cecília (re)contando histórias é algo impagável, qualquer dia desses vou ver se filmo e posto aqui, pense numa história com elementos de várias outras e de autoria própria, incluindo aí muitos neologismos.

***

- Mãe, no meu aniversário, você me dá uma boneca de alto?
- Hã?
- Uma boneca de alto, igual a Branca (de Neve) de Lú.
- Não entendi filha...
Luísa veio em meu: socorro da irmã:
- Boneca de alto assim ó, me mostra o salto do sapato de sua Branca de Neve e não "baixinha", igual a Cindy (Cinderela) e Ariel, que usam sapatilha!!!
- Ah, tá!!!

***

Foram almoçar com a tia Sil no shopping, de lá foram na Saraiva, depois no Parque, depois passearm mais e tudo isso regado a lembrancinhas, revistinhas para colorir, etc. Daí no outro dia, Luísa fala para Lúcia:
- Sabia Lúcia, que minha tia tem muito dinheiro...Ela levou a gente para fazer tudo no shopping...
Que os anjos digam amém, né minha irmã?

***

Nas noites de sexta-feira Lúcia dorme aqui para eu e Sionei podermos sair, elas já sabem e nesta última sexta ouvi elas conversando no quartinho dos brinquedos:
- Hoje é que dia, Lú?
- É sexta né Céci!?! Num se lembra não, que teve até lanche coletivo na escola? (sexta é o dia do lanche natural coletivo).
- Mas Lúcia não vai dormir aqui, sabia?
- Sabia sim, mais é porque meu pai tá viajando e a mamãe não vai sair no cilema sem ele, nem no tiatro, nem para dar uma voltinha, porque tá sozinha, viu, entendeu agora?
Só faltou perguntar se a irmã ia querer que desenhasse... Quanto à parte de eu ao não sair sozinha...será que foi o pai que instruiu!?! rsrsrsrs.

***

A gente chegando em casa, Cecília fala:
- Mãe, eu vi Ernani (o gato da vizinha) aí no jardim.
- Não tá não, filha, pode entrar (não me perguntem por que, mas elas têm medo de cães e gatos)
- Esse Ernani, toda hora entra aqui, será que ele tá pensando que a casa é dele? 
Fala isso e dá um risada tão gostosa...

***

Dia desses Cecília me perguntou...
- Mãe, quantos anos você tem?
- 38, filha.
- Viiiixe, mãe!!!!
(hein!!!!)

terça-feira, 13 de setembro de 2011

Te quieeeeero....parte 2



video


Quem é mãe de múltiplos sabe que de vez em quando um faz uma coisa e o outro quer fazer também, aqui não poderia ser diferente, ao ver o sucesso da irmã cantado, Luísa pediu:
- mãe, filma eu cantando a música dos pôneis e bota aí no blog também?

Quem resiste a essa coisa fofa!!!

PS: antes de mais nada quero deixar claro que elas não são fanáticas por TV, vêem mais DVDs, assistem apenas a alguns desenhos do Discovery Kids. Nos comerciais saem correndo para fazer algo mais interessante e só voltam, se é que voltam, quando recomeça o desenho. Quando vêem brinquedos que gostam, dizem que é bonito ou legal e às vezes perguntam se poderíamos comprar, respondemos que elas já têm brinquedos suficientes e que no Natal ou no aniversário poderão escolher algum, em troca de dar outro que não estejam usando mais. 
Devem ter ouvido a musiquinha (irritante, mas que fica na cabeça) no intervalo do noticiário que eu e o pai assistimos, são inteligentes e gravaram rapidinho, eu só me liguei na tal música, quando vi Cecília cantando, até então nem havia reparado na letra, e elas muito menos, encaram como mais uma musiquinha e nem me perguntaram o que significava o "malditos", nem fizeram uso dele como adjetivo dos bonecos ou coleguinhas, na verdade aqui o que elas mais gostam é do "que nojinho" e do "bjs, te quiero".

quinta-feira, 8 de setembro de 2011

Te quieeeeero....

video

Sei que esse comecial é bem polêmico, mas quem resiste a esta cantora...coisa mais linda!!! Te quiero, mi amor.

domingo, 14 de agosto de 2011

Feliz dia dos pais


Papai ainda consegue esta proeza...

...e tem recompensa dobrada
 
Hoje é dia dos pais oficial, mas aqui em casa seu reinado é "full time", pai para todas as horas, presente em todos os momentos, ator principal em nossa história com oscar garantido anualmente, enfim O MELHOR PAI DO MUNDO, sem a menor dúvida!!!
Este ano elas entenderam e fizeram questão de guardar segredo sobre os preparativos para festinha na escola, música, coreografia, lembrancinha, mesmo quando eu perguntei, ouvi delas:
Luísa: - Papai vai lhe contar, você vai ver nas fotos, no filme, ele te mostra. (hã, hein!!!)
Eu: - Mas eu vou, filha, seu pai me convidou para eu tirar as fotos e fazer o filme.
Voltei a insisti nos ensaios e preparativos e ...
Cecília: - Então você vê lá na apresentação, não vou contar não.
Luísa: É mãe, lá você vê... (com uma certa irritação de "não adianta insistir, nós não vamos contar")
E olha que na casa da avó elas não só cantaram, como dançaram para quem quisesse ver, só não podia contar a surpresa para o papai e para penetra mamãe.
A festinha da escola foi simples e linda, a apresentação delas foi maravilhosa, deram um show especialmente para o papai e a melhor parte foi o abraço duplo cheio de amor e carinho do final, foi um momento ímpar, só do papai com elas, seu verdadeiro presente de dias dos pais.
Engraçado como elas têm uma reação muito boa nestas apresentações, pedem para ficarmos na frente e assim que nos vêem ficam felizes e capricham ainda mais na apresentação, quando termina vêm correndo, nos abraçam e depois voltam direitinho para sair do palco com os coleguinhas e a pró, uma delícia de ver, parece ensaiado, no dia das mães e no são João foi a mesma coisa.
Infelizmente não sei colocar vídeos aqui no blog (aceito ajuda virtual), mas assim que aprender reedito este post só para colocar o filminho para vocês, leitores amigos, se emocionarem.


Pelo ângulo da foto só aparece Cecília, mas notem os bracinhos de Luísa no pescoço do Papai


Neste dia dos pais, sei que haverá uma lágrima em seu coração, saudade do seu "amigo velho" que nos deixou, mas, onde quer que esteja, continua a se orgulhar do filhão/paizão que formou. 

sexta-feira, 29 de julho de 2011

Papaizinho querido



Hoje é o aniversário do Papai, as meninas estão eufóricas, são loucas pelo papaizinho querido a quem amam demais, já têm consciência do quão maravilhoso ele é, pois ouço com frequência frase do tipo: "papai, você é muito lindo" ou "papaizão, gostosão de minha vida" e se meu coração chega dói de tanto amor, imagino o dele.
Seu amor, cuidado, alegria, dedicação, orientação, carinho, atenção, disposição e disponibilidade merecem o título de melhor pai do mundo, sem exagero algum. Eu agradeço muito por ter a experiência de compartilhar a vida ao seu lado, ver nossas meninas crescerem, saber que posso contar com ele sempre, ser sua mulher, amiga, amante.
Enfim, para você meu amor desejamos tudo de melhor que há no mundo, muita saúde e muitos anos de vida para desfrutarmos a alegria de ser esta linda família.
AMAMOS VOCÊ, NEGO!!!!

quarta-feira, 27 de julho de 2011

Avós amados




Moramos em um condomínio bem legal, amplo, com muita área verde, onde a maioria preza pelo bom uso das áreas comuns e fico muito feliz em poder ver elas crescerem aqui, sonhamos muito com isso desde que eram apenas um projeto de vida em nossos corações.
Além de tudo isto, aqui há sempre comemorações (bailinho de carnaval, páscoa, reveillon, são joão, dia das bruxas, etc.) animadas e 0800 em sua maoria, neste último fim de semana foi a vez dos avós, daí chamamos meus pais, infelizmente minha sogra mora em outra cidade e está se recuperando de uma cirurgia, eles toparam vir, pense, então num fim de tarde maravilhoso, se divertiram, participaram das comemorações, ganharam brindes e o mais importante vivenciaram tudo isto ao lado das netas que tanto amam, elas torciam por eles em cada brincadeira, quando ganhavam eram as primeiras a correr para abraçar e beijar.  
Eu fico no meio deste mar de amor, sei como é gostoso ter as pessoas que mais amo neste mundo por perto, alegres, ver que se amam de uma forma natural, como deve ser o amor. Agradeço muito a Deus por permitir este encontro do meu passado com meu futuro no meu presente, me emociono muito e faço questão dessa convivência, tanto que elas dormem lá na casa deles desde pequenas, mesmo sem eu ou o pai estarmos presentes, sem choro ou sofrimento, lá ficam felizes e em paz, se sentem muito amadas e seguras.

Sinto  muito orgulho de ser filha deles e mãe delas. AMO MUITO VOCÊS!!!!

Curtas de Lú



Minha piruetinha Luísa é muito despachada, não se aperta com nada e tem cada uma...

- Mamãe, hoje tem aula?
- Não filha, hoje é sábado.
- Oba, tem natação e você não vai trabalhar!!!! Mas só que não vou ver minha pró Nanda, né? Amanhã eu vou ter aula?
- Não, Lú, se hoje é sábado, amanhã é que dia?
- Domingo!!!! Ah, já sei, "amanhã de domingo" é que eu vou pra escola!

***

Cecília acordou com uma dor na perna, daí eu e Sionei ficamos investigando, perguntando e apalpando a perninha da filhota, neste tempo Luísa me chamou, mas confesso que a preocupação me deixou um pouco "surda" então a mocinha dispara:

- Mãe, sabia que você tem duas filhas? - e virou a cara, já fazendo beicinho...
- Meu bem, claro que tenho duas filhotas amadas e lindas, mas minha filha Cecília, neste momento, está precisando mais de minha ajuda, ela está sentindo dor na perna, Lú.
Ainda flechada pelo ciúme matinal (depois explicarei este movimento que passamos em algumas manhãs com uma ou com outra), ela responde:
- Tá parecendo que eu nem saí da sua barriga?!? - Largou e saiu.
- Hã? Hein? Como? Foi isso mesmo que ouvi? - perguntei baixinho a Sionei, que confirmou, ou seja, não tô surda não... Continuei cuidando de Cecília e logo em seguida tive um tête a tête com Dona Luluzinha de Bolinha Enfezadinha da Silva, expliquei toda situação de novo, ela entendeu melhor, pediu desculpas com direito a beijnhos e abraços, graças a Deus.

***

As avós das meninas moram longe e a vó de Bebela e Gú (amigos queridos delas) mora aqui no condomínio, dia desses indo para casa de minha mãe, Lú pergunta:
- Mãe, por que a vó de Gú e Bela mora aqui pertinho e minha vó mora longe?

***

Sobre higiene e autonomia...
- Mãe, tive uma boa idéia...Que tal eu escovar meu dente sozinha agora de manhã que só tomo leite e você escova de noite que ele tá sujinho com muita comida?

Isso porque eu expliquei há umas semanas atrás que deixaria elas escovarem sozinhas, com supervisão, pela manhã, pois elas só tomam leite, mas depois do almoço seria Lúcia e à noite eu ou o pai... o resto foi conclusão dela.


(Des)Construindo...





Dia desses estava andando de bicicleta com as meninas aqui no condomínio mesmo e em determinado momento Cecília para bem em frente a uma caixa de entulho com o que restou do muro antigo da área do clube e ...
- Desconstruiram tudo!!!! Por que, mãe? - pense em uma carinha fofa de indignação, rsrs.
- Oh, filha, este aí é o muro velho do clube, aqueles moços ali (apontei para os pedreiros) estão fazendo um novo, olha lá.
- Mas eles podiam consertá-lo e pintá-lo, né?
- É minha filha, talvez o muro estivesse bem destruído, de um jeito que não tinha mais conserto, aí eles precisaram fazer um novo, só perguntando aos moços para saber se foi isto mesmo.
- Ah, tá.
E lá foi ela atrás da irmã e eu atrás correndo para dar conta das minhas piruetinhas, que agora já usam até enclise(*) nos seus diálogos, cadê meus bebês?

(*) colocação dos pronomes oblíquos átonos depois do verbo

sábado, 23 de julho de 2011

Leitor amador

O papai das meninas adora ler desde criança, eu gosto muito também e as meninas vêm crescendo no mesmo ritmo, adoram livros, como já falei aqui idas ao shopping podem até não ter parque, mas visitar a livraria é sempre uma exigência que cumprimos religiosamente.
Eis que o Nego resolveu criar o blog Leitor Amador, onde comentará sobre livros que gostou, incluindo aí os infantis que lê para elas. Está bem legal e começa com um post lindo sobre como começou seu gosto pela leitura... Vale muito a pena conferir!!!
Beijos

segunda-feira, 11 de julho de 2011

Dica: Novidade Mamífera

Hoje visitei o blog mamíferas (http://www.blogmamiferas.com.br/) e fiquei sabendo da novidade: a criação do site mamíferas (http://www.mamiferas.com/), um espaço feito com muito zelo e carinho para abordar os diversos assuntos sobre maternidade e afins.
Segue comentário de uma de suas criadoras, Renata Penna (uma Mãezona antenadíssima e que tem o dom da escrita, pois seus textos são maravilhosos, feitos com emoção e sinceridade contagiantes) sobre o site:
" O Site Mamíferas é uma idéia nova, uma revista digital com espaço aberto para a gente ampliar o que faz melhor por aqui, no blog: trocar experiências e disseminar informação de qualidade para pais, mães, gestantes. Falar de forma consciente e informada sobre parto, amamentação, criação dos filhos, vida de mãe e vida de mulher. Lá, a gente tem seção para falar de cada coisa no seu espaço, buscar embasamento, contar experiências de outras mães, de outras mulheres. O blog fala das nossas coisas. O site vai falar das coisas de todas as outras mamíferas desse mundão".
Vale muito a pena conferir o conteúdo está ótimo.

Beijos

domingo, 26 de junho de 2011

Fim de semana junino...

Oi pessoal,

Nosso São João foi melhor que o esperado, passamos na cidade onde mora minha sogra e as meninas se divertiram muito entre traques, chuvinhas, estrelinhas e vulcões, além das brincadeiras com a criançada de lá. Viram fogueiras, comeram muito milho, amendoim e laranja e entenderam ainda mais os festejos juninos. Na escola dançaram muito bem a coreografia ensaiada e tão comentada nas semanas que antecederam a festa.
Bem, de novidade temos a cumplicidade cada vez maior entre as duas, que nestas férias inventam mil e uma brincadeiras, é cada diálogo, que morro de rir, mas  abrincadeira que mais gostam é de escola: uma é sempre a pró Nanda e a outra a auxiliar, Jú, os bonecos são os alunos. Dia desses redescobriram um "quebra-cabeça" mamãe e filhote - são cartelas quadradas onde você tem que encaixar o filhote de cada fêmea - elas amavam desde bebezicas (+/-1 ano), agora colocaram os filhotes na "sala de aula" e botam as cartelas com as mamães para irem buscar e levar os filhotes na "escola". Vou tentar filmar e colocar aqui para vocês verem.

São João na escola

Com a "pró" querida



Soltando traques e mais traques

Hoje fomos a Pituaçu e ontem estivemos em Arembepe e Imbassaí, ou seja, o fim de semana foi bem eclético e elas souberam aproveitar cada minuto para se divertirem de montão. 


Num rio em Imbassaí com a tia dinda Sil

pausa depois de andar muito de bike - LINDAS!!!!


Jogando comidinha para os peixes famintos de Pituaçu


Sortei no Blog Coisa de Mãe

Pessoal,

Tem mais um sorteio bem legal rolando na blogsfera, lá no blog da Ivana (http://ivanacoisademae.blogspot.com/2011/06/primeiro-sorteio-do-blog-participe.html), uma mãezona de três fofuras, que escreve muito bem e tem a capacidade de contar as histórias de cada um deles com muita graça e simplicidade, vale a pena conhecer o blog e participar do sorteio.

Beijos

segunda-feira, 20 de junho de 2011

Sortei do Cd Criança Feliz

Oi amigos,
Tem um sortei muito legal no blog da Angi (http://maedeguri.blogspot.com/), trata-se do CD Criança Feliz, um CD de músicas infantis conhecidas, com um diferencial: as musiquinhas são personalizadas com o nome de seu bebê. São 4 volumes, com músicas da nossa infância, cantada, e personalizada com o nome da criança, conheça o melhor o trabalho do Cd Infantil Personalizado AQUI.
Quem quiser participar é só pasar por lá e ver as regrinhas, mas apressem-se, pois o sorteio será dia 29/06/11, dia do niver do filhote lindo dela, o Antônio.


domingo, 19 de junho de 2011

Como?

Escolhendo filmes para ver:



- Cecília: Mãe, olha tá´passando o filme do "Dhurex".(*)


- Luísa: Pai, coloca aquele filme do "Meu monstro preferido"(**)


Legenda:
(*) Shrek
(**) Meu malvado favorito

Do verbo "SE CUIDAR" ...



Essa aconteceu com Sionei... Ele se arrumou e ficou na varanda me esperando, vem Cecília e pergunta:
- Pai, você vai para o cinema?
- Não Cecília, vou jogar tênis quando sua mãe chegar.
- Pai, pode ir que a gente fica aqui sozinha.
- Você vai ficar sozinha o que, Cecília?
- Pode ir, pai, eu "se cuido" direitinho
- Cecília, criança não fica sozinha
Luísa, então, entrou na conversa. 
- Pode ir papai, eu "se cuido dela" e ela "se cuida" de mim, a gente fica brincando, depois sobe, eu dou banho em Cecília, Cecília dá banho em mim, aí depois a gente veste o pijama, deita e minha mãe chega e conta história pra gente dormir...
Sionei riu muito e explicou que crianças não ficam sozinhas, que o papai e a mamãe têm que cuidar delas, mas no fundo deu uma vontade de sair e ficar escondido vendo se iam "se cuidar" diretinho uma da outra como anunciado pelas duas.
Que coisas mais lindas, meu coração chega derrete de tanto amor, elas até brigam, mas brincam e se amam muito mesmo dá para ver no dia a dia, fico agradecida a Deus por ter a oportunidade de ver a construção desta relação de amor tão linda entre minhas filhotas.

Novas Princesas

Será que isso acontece com as meninas em geral? Aqui em casa tá uma febre de princesas, que nossa senhora:
- Como é seu nome?
- Cecília Reis Lopes Cinderela.
- E o seu?
- Luísa Reis Lopes Branca de Neve.
Ops... quem será que alterou as certidões de nascimento?

Meninas ligadas

Oi pessoal, estou bem sumida, né? Mas garanto que não é por falta de motivo, pois as meninas estão numa sabedoria sem fim, graças a Deus. Dia desses, à noite, estava brincando com Luísa e resolvi telefonar para minha irmã, titia sil, ela então me perguntou:
- Mãe como é que você liga para titia Sil?
- Expliquei a ela sobre o número do telefone de cada pessoa, daí digitamos os números , o telefone da pessoa toca, ela atende e a gente conversa...
Para poder exemplificar melhor peguei o telefone sem fio e meu celular, digitei meu número tecla por tecla bem devagar e ela pode ver que logo em seguida o celular tocava, atendi, conversamos e percebi que ela entendeu melhor todo funcionamento. Repeti mais uma ou duas vezes, pedi que ela teclasse o número, não é que a menina, que já conhece bem os números de 1 a 10, memorizou a sequência?!? Achei que fosse uma simples sorte de principiante, que depois esqueceria, mas aí...




... Dia seguinte, eu no trabalho, ouço o telefone tocar, atendo e ouço:
- Alô, mamãe, é Luísa...
- Oi filha, tudo bem? Que você está fazendo?
- Ligando para seu telefone... Cecília, vem falar com sua mãe, que ela tá aqui no telefone falando, é ela mesmo, vem Cecília, rsrsrsrs.
Cecília pega o telefone e fala:
- Mãe, Luísa pegou o telefone e ligou e aí você falou, eu quero ligar também...
- Oi, meu bem, depois mamãe te ensina também, viu.
- Tá, tchau um beijo...toma Lúcia, minha mãe quer falar com você (ops, eu não falei isso, mas é a força do hábito, rsrsrs)
Perguntei a Lúcia, que confirmou toda história, disse que Luísa pegou o telefone e disse que ia ligar para mim, mas ela achou que estava brincando e ainda mandou ela guardar o telefone, quando ouviu foi ela gritando que tava falando com a mãe.
Daqui a pouco olha o telefone tocando de novo, pensei, meu Deus, me lasquei... a conta virá nas alturas... atendi e foi a vez de Cecília toda feliz dizer que conseguiu ligar para mim também, depois que Lúcia ensinou...
Eu confesso que fiquei toda boba e orgulhosa das minhas meninas maravilhosas, espero que nunca aconteça... mas se precisar já sabem dizer onde moram (nome do condomínio), nome completo delas, dos pais e agora telefone da mãe, é mole?!?
Será tudo isso é um aviso do que nos espera na adolescência?!? Espero que não puxem a mim...rsrsrs.

sábado, 14 de maio de 2011

Papai...Noel


As meninas adoram ver os DVD preferidos - O mágico de Oz e A Fantástica Fábrica de Chocolate - ambos versões de 1900 e antigamente - com o papai, no nosso quarto,  dia desses estava me arrumando e ouvindo, Cecília fazendo carinho na barba do pai foi logo perguntando:
- Papaizito, você é o papai Noel?
- Eu não, Cecília, sou seu papai, por que você tá perguntando isso?
- Porque sua barba tá ficando toda branca, aí eu pensei que você tava virando papai Noel!!!
Na hora não resisti e fui logo dizendo:
- Completa, Lú, diz pra ele que a barriga já tá igualzinha!!!
As molecas riram que só e nós também.

Tudo explicadinho...


Estava no carro com as duas indo para casa da vó Mira, quando começam aquelas velhas perguntas:
Lú: - A casa da vovó é perto, mãe?
Eu: - Não, Lú, é um pouco longe.
Passado mais um pouquinho...
Lú:  - E agora, mãe, já tá perto?
Eu: - Não filha, ainda estamos longe.
Lú: -Ah, A casa da minha vó, aquela que é sua mamãe é lonjão, né mãe?
Eu: - É, meu bem, nós moramos longe de sua vovó, bem que eu queria morar mais perto.
Ceci: - É mesmo, eu até fico cansada e durmo e aí nem vejo o shopping Paralela passando.
Lú: - É porque ele passa do meu lado, Céci. Quando a gente volta que ele passa do seu lado, pode dormir.
Eu cá na frente só rindo e aproveitando estes diálogos maravilhosos, que ficam cada dia mais incrementados, cheios de porquês e outras explicações, é engraçado como sempre querem explicar o que vão fazendo, descobrindo, palpitando...principalmente Lú, que para tudo vem com as mãozinhas gesticulando e explicando, a quem será que esta menina puxou, gente!?!

Tá Combinado? Valeu!!!

Altos papos até na hora de pedalar...

As meninas estão tomando seu leitinho em copinhos novos, ou melhor, não tão novos, mas estavam guardados há um tempinho, depois que peguei para por no uso surgiu a dúvida: qual era de quem? Cismaram pelo mesmo e agora? Tcham, tcham, tcham, tcham... Elas mesmas se resolveram e eu, claro, fiquei super orgulhosa delas:
Lú: - Mãe, Lúcia trocou, este é o meu copo?
Eu: - Não, Lú, tá certo, o seu é este mesmo da tampa verde...
Lú: - Mãe, a tampa tá certa, mas o desenho do meu copo e aquele que tá com Céci.
Ceci: -Não, não, esse é o meu mermo.
Lú: - Não é, esse é o meu.
Eu: Meninas, vamos fazer o seguinte vamos decidir qual o de quem e aí eu coloco nome para Lúcia não trocar mais, OK? - Falei com calma, mas firme, já me preparando para mais uma resolução de conflitos, tô ficando craque...Eis que inexperadamente vem Lú cheia de argumentos e gestos explicativos...
Lú: - Tive uma idéia, ó, vamos fazer assim ó, Cecília, agora você bebe nessse e eu no outro, de noite eu bebo nesse que tá aí com você e você bebe nesse que tá aqui comigo ó, e aí Lúcia vai trocando, combinado?
Ceci: - Combinado, Lú, valeu (de onde tiram isso) e, virando-se para mim... Mãe, você coloca os dois nomes nos dois copos, viu. (com todos os "s" bem pronunciados).
A mim (boba com a solução pacífica ultra-mega-rápida) só restou concordar e colocar o nome das duas nos dois copinhos, conforme combinado, acordado e registrado, valeu!?!
PS: claro que Lú fez mais uma "exigenciazinha boba": mãe, você coloca meu nome em cima, tá.  

Constatação e muita saudade



Estávamos tomando café, eu e as duas, pois Sionei ainda está viajando, e elas, já no finalzinho, começaram a cantar: "a canoa virou..." colocando o nome de várias pessoas, daí Lú foi logo colocando o nome do papai, elas estão morrendo de saudades:

Lú - "tiriri pra cá, tiriri pra lá, papai é velho e quer se casar..."
Ceci - Ele já casou, Lú... com "nossa" mãe...

Pense numa risada gostosa para afastar todo cansaço dessas duas semanas pra lá de exaustivas sem nosso Nego por perto...Porque vocês sabem, né, ele não é um pai qualquer, ele é O pai mais maravilhoso do mundo, tomamos conta das meninas de igual para igual, ele só não deu o peito, elém de ser um meninão, disposto a brincar o tempo todo com elas, nossa como sentimos sua falta.

Casamento...


Finalmente levamos as meninas a um casamento e elas adoraram, claro que foi um casório muito especial, informal e à tarde, daí a decisão de levar elas.
Foi num lugar amplo, aberto, com área verde e muitas crianças para brincarem pra valer, pena ter esquecido a máquina no corre-corre de arrumar as duas e eu, o pai é maravilhoso, mas vamos combinar: penteado também já é demais, né?!?
Este preâmbulo todo é para contar o diálogo que se seguiu logo na manhã seguinte, assim que acordei:
Ceci: - Mãe, você é casada?
Eu: - Sou sim, meu bem, sou casada e feliz, adivinhe com quem?
Ceci: - Com meu pai?!?
Eu: - Exatamente, filhota, com seu papai.
Ceci: - Eu fui no seu casamento?
Eu: - Não, filha, você ainda não tinha nascido.
Ceci: - Ah, eu tava na sua barriga, né? - dei muita risada nesta hora.
Eu: - Ainda não, vixi Maria, ainda faltava um tempão para vocês estarem na minha barriga, rsrsrs
Ceci: E eu tava onde?
Digam para mim: o que responder nesta hora?
Eu: - Meu bem, você e sua irmã ainda eram um sonho no meu coração e no de seu pai, vocês já existiam na vontade que sempre tivemos de ter vocês duas nas nossas vidas. Era uma vontade e um amor tão grande que depois de um tempinho vocês vieram para minha barriga e nasceram lindas e maravilhosas.
O pai, que pegou o finalzinho da conversa, teve a idéia de mostrarmos as fotos e o DVD do nosso casamento, então descemos e fomos mostrar a elas.
Neste instante, vem Luísa que não tinha ouvido nada ainda, fez um biquinho de brava e foi logo dizendo ao ver as fotos:
Luísa: - Poxa, mãe, não tem eu aí, nem Cecília! Você nem me levou para seu casamento!!!...Hump!!!
Aí foi que rimos, eu e o pai, e voltamos a explicar toda história para nossa menininha bravinha. Ter gêmeas é isso aí... tudo em dobro, rsrsrs.

segunda-feira, 25 de abril de 2011

Aquela música que tem "Cê"?!?




Comprei um CD para as meninas, saí de carro com Cecília e perguntei:
- Qual a música que você mais gostou, filha?
- Eu "gosti" daquela que tem Cê,
- Que tem Cê? Qual? Cante aí um pouquinho para mim.
- Aquela, mãe, do gato que tem "Cê"...
...atirei o pau no gato to, mas o gato to não morreu reu reu
dona Chica ca, admirou-se se (CÊ CÊ)... 
Foi cantando e toda vez que chegava no "Cê", aumentava o tom e dizia:
- É essa, mãe, a do gato que tem "Cê" de Cecília.

Raciocínio lógico

Visita ao Zoo - único dia que ela me pediu o moleton

Lú é uma menina muito inteligente, comunicativa e me ensinou que é boa de raciocínio lógico também... passamos a semana do carnaval em Sampa, na dasa da Dinda de Cecília Tânia, a quem ela carinhosamente chama de Tia Tânia. Apesar dos dias nublados e garoentos, foi uma semana maravilhosa, elas amaram e curtiram muito.  Esta mamãe aqui, desacostumada com o frio, ficava constantemente pedindo para usarem o "tal casaquinho", porém Lú é igual ao pai, ou seja, sente calor até em SP, então era uma luta para agasalhar a piruetinha, numa noite após o banho, separei os pijamas de manga comprida para elas, ao ver o seu, a mocinha torceu o nariz e...
Lú: - Mãe, não gosto deste pijama, faz calor.
Eu: - Filha, aqui em São Paulo faz frio, de madrugada esfria muito e você não dorme coberta, então tenho que lhe proteger do frio com este pijaminha quentinho e gostoso.
Lú: - Mas mãe, eu não estou com frio.
Eu: - Vamos fazer assim, você veste este pijama e, se sentir calor, me chama que eu tiro.
Lú: - Não, mãe, eu visto aquele ali (camiseta) e, se sentir frio, lhe chamo e peço o outro (de manga comprida).
O que fazer diante deste argumento lógico, aos 03 anos??? Para não perder a moral, mas respeitar a linha de raciocínio da moleca, negociamos e ela vestiu um de manga curta, ou seja, chegamos a um denominador comum, rsrsrs.
Depois, o pai veio falar, a sós, comigo e disse que, tirando o fato de eu não quere dar o braço a torcer, o argumento dela tinha mais lógica, visto que, para ele, a temperatura do quarto estava ótima, se houvesse o desconforto (frio) é que recorreria a uma alternativa (agasalho).

***
Noutro dia, ainda lá em Sampa, elas pediram para ver o "Mágico de Oz", versão 1900 e bolinhas, a tia dinda colocou o DVD, que é um dos preferidos delas, detalhe: originalmente é de Sionei, comprado muito antes delas nascerem, mas adoram Doroty e Totó. Estavam assistindo, dando risadas, explicando as cenas à tia, quando ouço Lú dizer:
- Tia Tânia, dê um "pause" aí, que vou ali fazer xixi, viu.


As meninas vendo "O mágico de Oz" com a Tia Dinda Tânia.



domingo, 17 de abril de 2011